Dark Mode 168kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Cristiano Ronaldo, o sem-abrigo, abandona entrevista à CNN

O jogador foi aos EUA lançar uma nova linha de auscultadores. Numa entrevista à CNN não gostou de perguntas sobre a FIFA e disse um palavrão. Depois divulgou o vídeo completo em que faz de sem-abrigo.

i

Há cerca de um mês, Ronaldo já tinha abandonado uma entrevista, mas por se irritar com os seus assessores.

Rui Oliveira/Global Imagens

Há cerca de um mês, Ronaldo já tinha abandonado uma entrevista, mas por se irritar com os seus assessores.

Rui Oliveira/Global Imagens

A FIFA já o elegeu três vezes como o melhor jogador do mundo, mas Cristiano Ronaldo não quer fazer declarações sobre as polémicas em redor da entidade que lhe deu os títulos. Numa entrevista à CNN, o jornalista quis saber a opinião do jogador do Real-Madrid sobre a realização do Mundial em 2022, no Qatar, mas Ronaldo não gostou. Quando Andres Oppenheimer lhe fez a pergunta, Ronaldo ficou impaciente e não deixou espaço para mais conversa:Não posso falar assim. Isto é “bullshit”. Falar sobre a FIFA, não quero saber da FIFA nem do Qatar… “I don’t give a fuck”.

Depois de se mostrar desagradado com as questões escolhidas pelo jornalista, Cristiano Ronaldo abandonou o estúdio, visivelmente impaciente.

Há cerca de um mês, Cristiano Ronaldo já tinha abandonado uma entrevista. Dessa vez, a impertinência foi com o seu assessor – que dava indicações para que o melhor do mundo não respondesse a uma pergunta sobre o seu colega de equipa, Sérgio Ramos. Ronaldo não gostou e despediu-se, educadamente, do jornalista antes de abandonar o estúdio.

Leia a transcrição da entrevista da CNN:

Andres Oppenheimer (AO): Cristiano, muito obrigado por estar aqui connosco. Antes de lhe perguntar sobre a linha de auscultadores que veio lançar aos Estados Unidos, temos de lhe perguntar sobre um assunto mediático: o escândalo de corrupção que envolve a FIFA. Como é que este escândalo afeta, na prática, o futebol? Preocupa-se com isso?

Cristiano Ronaldo (CR): Quer que seja honesto? Não me preocupa de todo. Faço a minha profissão, o meu trabalho, dou tudo ao meu clube. O resto não me interessa. Não quero saber o que acontece fora disso

AO: E os seus colegas de equipa?

CR: Não sei. Tem de falar com eles. Não sei, não posso responder por todos.

AO: Mas, não me diga que vocês não falam sobre isso no balneário.

CR: Quer saber a verdade? Não falamos sobre isso.

AO: De todo?

CR: Não falamos de todo. Falamos de outras coisas.

AO: Falam sobre quê?

CR: Sobre música, mulheres, moda, sapatos, fatos e malas, sobre jóias, cortes de cabelo… quer que faça uma lista?

AO: Sabe, não acredito em si. É difícil de acreditar. Cristiano, o mundo inteiro está a falar sobre isso.

CR: Sim, mas pessoalmente, não falo sobre isso.

AO: Cristiano, um dos assuntos que as pessoas têm falado é sobre o Mundial no Qatar. Muitas personalidades do desporto dizer que para jogar…

Voz ao fundo: Ok, isto não é…

CR: Isto é, isto é… “bullshit”

Voz ao fundo: Estamos a tentar falar sobre…

CR: Não posso falar assim. Isto é “bullshit”. Falar sobre a FIFA, não quero saber da FIFA nem do Qatar… “I don’t give a fuck”. Que quer que eu faça? Fala sobre produtos, fala sobre a FIFA… por favor. (Levanta-se e abandona o estúdio).

Cristiano Ronaldo como sem abrigo

Por causa da tal nova linha de auscultadores que foi aos Estados Unidos lançar, Cristiano Ronaldo criou há algum tempo uma campanha em que interpreta o papel de um sem-abrigo. Parte dela já era conhecida (talvez se lembre das imagens que correram mundo, em que um Ronaldo disfarçado acaba por se revelar ao dar um autógrafo a um miúdo no centro de Madrid). Agora, o vídeo completo, com cerca de 4 minutos, foi partilhado na página de Facebook do jogador.

A legenda? “As pessoas vão pensar que estou louco”, escreveu Cristiano. Ora, veja o vídeo:

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.