O surfista Pedro Lemos, desaparecido desde dia 14 de agosto, foi encontrado vivo em Vila do Conde, a poucos quilómetros do Porto. O surfista e repórter de imagem foi localizado por amigos próximos, apura o Expresso.

Estava desaparecido desde sexta-feira, dia 14 de agosto. Segundo o site Surf Total, Pedro Lemos tinha saído nessa manhã num Peugeot 406 cinzento escuro (com a matrícula 58-25-IJ), mas não tinha levado o telemóvel, documentos nem material de surf. A PSP do Porto confirmou à Lusa ter um “pedido de paradeiro” de Pedro Lemos, apresentado às 0h50 de domingo, por uma mulher que indicou ser sua “companheira”, e relatou que o homem “saiu de casa no dia anterior [na sexta-feira] e não apareceu”.

A mesma fonte do Comando Metropolitano da PSP do Porto esclareceu que, de acordo com o relato da companheira, “era habitual ele sair num dia e voltar noutro”, mas naquela ocasião isso não aconteceu e o facto de o homem “andar stressado” deixou a mulher “preocupada”. O desaparecimento do surfista mobilizou as redes sociais. Foi prontamente criado “Pedro Lemos Desapareceu – Ajudem-nos a encontrá-lo!”, que juntou 23.741 pessoas.