Mais de 350 mil migrantes atravessaram o Mediterrâneo desde janeiro e mais de 2.600 morreram no mar quando tentavam chegar à Europa, anunciou esta terça-feira a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Segundo os últimos dados da OIM, 234.778 chegaram à Grécia e 114.276 a Itália, enquanto mais de 2.000 alcançaram a Espanha e cerca de uma centena chegou a Malta.

Em todo o ano de 2014, o número de migrantes que atravessou o Mediterrâneo ascendeu a 219.000, tendo morrido ou desaparecido no percurso 3.500, segundo as Nações Unidas.