A seleção portuguesa de râguebi perdeu hoje por 39-14 com a Roménia, em Cluj, na sexta jornada do Europeu das Nações, que assinalou a estreia do novo selecionador nacional, o inglês Ian Smith.

Os ‘Lobos’, na luta pela permanência, já que ocupam o quinto e penúltimo lugar da tabela, com mais quatro pontos do que a Alemanha, que hoje perdeu com a Geórgia (59-07), ainda chegaram ao intervalo a vencer por 14-10.

A Roménia, com um saldo francamente favorável nos jogos com Portugal, que se situa agora em 20 vitórias e apenas três derrotas, colocou-se a vencer por 7-0 com um ensaio de Stephen Shennan e uma conversão por Florin Vlaicu.

Portugal, no seu melhor período de jogo, anulou a diferença e colocou-se a vencer por 14-7, com ensaios de Duarte Diniz e Diogo van den Toorn e duas conversões de Nuno Guedes.

O intervalo chegou com os ‘Lobos’ a vencerem por 14-10, mas no reatamento apenas deu Roménia, que, depois de anular a vantagem lusa, com um ensaio de Vlad Nistor (15-14), disparou para um triunfo tranquilo por 39-14.

A renovada seleção lusa apresentou frente à Roménia uma equipa composta inteiramente por jogadores da Divisão de Honra e um ’15’ composto maioritariamente por atletas do CDUL e de Direito, sob a alçada de um novo ‘capitão’, Francisco Pinto de Magalhães.

Na nova era dos ‘Lobos’ realce ainda para o facto de oito dos jogadores terem menos de 24 anos, de apenas Gonçalo Uva e Gonçalo Foro ultrapassarem os 30 e para as estreias de Sebastião Villax, José Vareta e Nuno Sousa Guedes.

Portugal volta a jogar no próximo sábado, mas desta vez em casa frente à Geórgia, no Estádio Universitário, em Lisboa, numa partida marcada para as 14:30.