A “ousadia” de José Manuel Coelho é um dos temas em destaque nesta quinta-feira. O deputado madeirense decidiu despir-se em pleno Parlamento, como uma forma de protesto à sentença que o condenou a pagar uma indemnização de 106 mil euros. A formalidade da instituição não o impediu de consumar a vontade, tal como não o impediu de oferecer um quadro com um “bode general” a Alberto João Jardim em 2013, nem impediu Manuel Pinho de simular “chifres” à bancada do PCP em 2009. No campo da descontração, os reis são Pablo Inglesias e o ex-ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis.

Lembre os momentos na fotogaleria acima.