É oficial: da próxima vez que lhe perguntarem “porque é que não vai ao ginásio?”, já pode responder que prefere ficar no sofá sem que isso faça com que seja olhado de lado. Depois da tendência do deskercise — também conhecido como exercício à secretária — chegou a moda de fazer exercício em casa. E como? Com a ajuda da parede da sala, da almofada do quarto e até com os garrafões de água que guarda na cozinha.

Todos eles são objetos que, à primeira vista, parecem inofensivos mas que podem muito bem tornar-se numa autêntica dor de cabeça, e de músculos: João Miguel Tavares que o diga. Basta pensar neles como uma formas simples e económicas de substituir os tradicionais pesos, halteres, bolas e kettlebells em exercícios localizados de glúteos, braços, pernas e barriga.

Junte-se aos desenhos animados na fotogaleria do Observador, durante três a cinco vezes por semana, para ter um corpo mais forte, definido e tonificado sem sair de casa e sem gastar dinheiro. Uma coisa é certa: nunca mais vai olhar para o sofá da mesma maneira.

Texto editado por Ana Dias Ferreira.