Dois homens de 24 e 42 anos foram detidos pela Polícia judiciária por suspeitas de envolvimento no tiroteio ocorrido há uma semana no bairro da Ameixoeira, em Lisboa. Da troca de tiros resultaram ferimentos em três polícias e duas mulheres civis. Os detidos podem vir a ser acusados de tentativa de homicídio.

“Os factos foram cometidos na passada terça-feira, cerca das 20h00, no Bairro da Ameixoeira, em Lisboa, quando os presumíveis autores, na sequência de conflitos antigos mantidos entre as famílias de ambos, efetuaram vários disparos na via pública, os quais vieram a atingir e ferir três elementos da Polícia de Segurança Pública que tinham acorrido ao local, bem como duas outras pessoas”, refere a Polícia Judiciária esta terça-feira em comunicado.

Na terça-feira, 29 de março, um tiroteio na Ameixoeira causou cinco feridos, entre os quais três polícias chamados ao local na sequência de uma rixa entre vizinhos; e de duas mulheres. Um dos polícias e uma das mulheres foram intervencionados, mas não estiveram em perigo de vida. A Polícia Judiciária está agora a investigar o sucedido. A Inspeção-Geral da Administração Interna também abriu um inquérito aos incidentes da semana passada.

Os feridos, de idades compreendidas entre os 30 e 42 anos, foram assistidos em unidade hospitalar, não correndo, de momento, perigo de vida, refere a PJ.