O Zenit São Petersburgo, treinado pelo português André Villas-Boas, apurou-se esta quarta-feira pela quarta vez na sua história para a final da Taça da Rússia depois de vencer no terreno do Amkar Perm no desempate por grandes penalidades (4-3).

No primeiro duelo das meias-finais, as duas equipas chegaram ao final do tempo regulamentar empatadas a um golo, com o Amkar a chegar primeiro à vantagem por Idovu, aos 19 minutos, e o espanhol e ex-Benfica Javi Garcia a repor a igualdade, aos 41.

No desempate por grandes penalidades, o antigo médio ‘encarnado’ marcou o penalti decisivo e garantiu a passagem do Zenit à final da Taça da Rússia, competição que conquistou duas vezes, a última em 2009/10.

Destaque ainda para a titularidade do defesa Luís Neto na formação de Villas-Boas, enquanto Danny esteve ausente devido a lesão. O internacional luso está a recuperar de uma rotura de ligamentos cruzados do joelho direito e enfrenta longa paragem.

No outro encontro das ‘meias’, agendado para esta quarta-feira, o CSKA Moscovo recebe o Krasnodar.