A operadora de telecomunicações brasileira Oi divulgou esta segunda-feira um comunicado aos investidores em que anuncia ter feito um acordo de confidencialidade com a Moelis & Company para negociar a reestruturação de parte de sua dívida.

Na nota, a empresa destaca que o acordo com a Moelis & Company, que assessoria a titularidade de ‘bonds’ [títulos de créditos de longos prazos para captar dinheiro no exterior] representa um “passo inicial para discussões produtivas e ágeis relativas aos termos de uma potencial reestruturação” da sua dívida. A operadora já havia anunciado que estava a avaliar alternativas financeiras e estratégicas para otimizar as suas receitas e despesas e o perfil de endividamento.

No final do ano passado, a dívida bruta (saldo de todas as dívidas contraídas pela empresa) da Oi estava em 54,9 mil milhões de reais (cerca de 13,7 mil milhões de euros), em títulos que devem vencer até ao fim de 2017. A empresa concluiu no comunicado afirmando que os seus clientes não serão afetados pelo processo de reestruturação da dívida.