FIFA

FIFA: Tribunal Arbitral do Desporto decide recurso de Platini a 09 de maio

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) revelou que decidirá em relação ao recurso apresentado por Michel Platini, da suspensão de seis anos que lhe foi imposta pela FIFA, o mais tardar a 09 de maio.

LAURENT GILLIERON/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) revelou esta sexta-feira que decidirá em relação ao recurso apresentado por Michel Platini, da suspensão de seis anos que lhe foi imposta pela FIFA, o mais tardar a 09 de maio.

A informação foi avançada pelo secretário-geral do TAS, Mathieu Reeb, depois de Platini ter sido esta sexta-feira ouvido na sede do tribunal, em Lausana, na Suíça, numa audiência que contou também com o ex-presidente da FIFA Joseph Blatter.

À saída da audiência, Platini disse estar muito confiante e otimista em relação a uma decisão, por não ter feito nada do que se possa recriminar.

“Estou ainda mais otimista [depois da audiência no Tribunal]”, começou por dizer o presidente suspenso da UEFA, acrescentando que não fez nada e não cometeu qualquer erro.

A data esta sexta-feira anunciada dará à UEFA, que se reunirá na segunda e na terça-feira em congresso em Budapeste, um mês para organizar eleições para um novo presidente, ainda antes do Euro2016, caso o tribunal mantenha a suspensão de seis anos a Michel Platini.

O ex-futebolista francês, que chegou a apresentar a candidatura à presidência da FIFA para as eleições realizadas este ano, foi condenado por abuso de confiança, conflito de interesses e gestão danosa no caso do pagamento de 1,8 milhões de euros feitos por Blatter.

“Hoje é o início de um jogo, um novo jogo, uma final. Estou otimista e acredito que vou ganhar”, já tinha referido Platini de manhã aos jornalistas, à chegada ao TAS.

A UEFA decidiu que até existir uma decisão do TAS Platini continuará presidente, suspenso, e em caso de lhe ser dada razão neste tribunal desportivo poderá reassumir funções e presidir ao Euro2016 de futebol, em França, de 10 de junho a 10 de julho.

Tanto Platini, como o suíço Joseph Blatter, foram suspensos pela FIFA, inicialmente por oito anos e depois seis, e inibidos de exercerem qualquer atividade no futebol, levando a que ambos recorressem das decisões para o TAS.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)