Milhares de pessoas manifestaram-se este sábado na cidade de Bulawayo pedindo a demissão do Presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, de 92 anos, por não ter conseguido recupera a economia.

A manifestação foi convocada pelo Movimento para a Mudança Democrática (MDC) e decorreu sem violência. Os manifestantes utilizaram ‘slogans’ contra a presença de Mugabe no poder, desde 1980, acusando-o de manipular as eleições e de ser incapaz de recuperar a economia.

No mês passado foi organizada uma manifestação idêntica do MDC em Harare, a mais importante contra Mugabe em quase 10 anos.

Na passada quarta-feira foi a vez dos apoiantes do Presidente se manifestarem, num desfile que reuniu também milhares de pessoas.

Thokozani Khupe, dirigente do MDC, disse aos manifestantes em Bulawayo que as manifestações vão continuar até Mugabe deixar o poder.

Mugabe já foi oficialmente designado candidato do seu partido, a Zanu-PF, às eleições presidenciais de 2018.

O Zimbabué atravessa uma grave crise económica há vários anos, num contexto de repressão da oposição e acusações de violações dos direitos humanos.