São 95 novas alterações das regras no futebol que foram aprovadas pelo International Football Association Board e que entraram em vigor no dia 1 de junho. Portugal vai ser um dos primeiros países a ter o video-árbitro.

Além de Portugal, os outros países onde vai ser testada esta nova tecnologia são Austrália, Alemanha, Brasil, Estados Unidos e Holanda. O primeiro jogo português que vai ter o video-árbitro será a final da Supertaça, entre o Benfica e o Braga, a 7 de agosto, seguindo-se a a Taça de Portugal e Taça da Liga.

A acrescentar a esta grande novidade, há ainda mais 95 mudanças às Leis do Jogo, que já vão ser utilizadas durante o Euro 2016. Este conjunto de medidas foi aprovado no encontro anual da International Football Association Board (IFAB), órgão fundado em 1883 e que regula as regras do futebol, mas foi agora anunciado por Gianii Infantino, presidente da FIFA, que sempre foi um defensor das novas tecnologias para melhorar o desporto-rei.

A FIFA adotou as regras estabelecidas pela IFAB em 1904 e desde aí as propostas de alterações das regras do futebol só entram em vigor após a aprovação do Board.

Das 95 alterações, muitas são apenas meras formalidades ou alterações no texto. Contudo, existem algumas que vão mudar muito o jogo. Aqui ficam as principais mudanças:

Terreno de jogo

As bandeirolas de canto podem ter o emblema dos clubes e o relvado pode ter uma mistura de relva artificial e natural.

Jogadores

Se um suplente, um jogador expulso ou qualquer elemento do staff interferir no jogo, causando a sua paragem, é marcado um livre direto, ou penalty, contra a equipa do infrator. Antes, a sanção era um livre indireto ou bola ao solo.

Caso algum objeto ou alguém que não esteja em jogo parar uma bola que iria ser golo, o árbitro pode dar a lei da vantagem e validar esse golo.

Equipamento dos jogadores

Jogadores que queiram usar calções de licra devem ter todos a mesma cor, que corresponderá à cor dos calções do equipamento.

Um jogador que abandone o terreno de jogo para trocar de botas só pode entrar com autorização do árbitro.

Árbitros

Os árbitros têm agora autoridade para agir desde que entram em campo para inspecionar o relvado, o que significa que um jogador pode ser expulso durante o aquecimento. Contudo, o árbitro só pode atribuir cartões amarelos a partir do começo da partida.

Um jogador que se lesione num lance que origine a expulsão do adversário não precisa de sair do relvado para ser assistido.

Duração do jogo

O tempo determinado para a hidratação dos jogadores é agora oficialmente acrescentado ao final do jogo.

Início e reinicio do jogo

No início de cada parte, a bola já não precisa de ser tocada para a frente, apenas tem de ser tocada, independentemente da direção.

Golos

Em caso de desempate por penalidades, a baliza é escolhida por moeda ao ar.

O árbitro já não precisa de saber a ordem dos jogadores para a marcação dos penalties. No entanto, caso uma equipa tenha mais jogadores em campo que a outra, deve excluir os que estão a mais e informar o árbitro.

Fora de jogo

As mãos e os braços deixam de ser considerados no momento em que se determina se há posição de fora de jogo. Aplica-se a todos os jogadores, incluindo o guarda-redes.

Faltas e má conduta

Acabou a lei do conhecido “castigo triplo”, em que o jogador era expulso e suspenso, além de ser assinalado penálti, por falta feita na grande área para evitar uma situação de golo claro. Cabe ao árbitro decidir se o defesa tinha intenção de jogar a bola de uma forma limpa para não ser expulso. Se o jogador obstruir, agarrar ou empurrar, é sempre expulso, bem como se tiver uma conduta violenta.

Um jogador que tenha uma conduta violenta leva cartão vermelho, mesmo que não exista contacto.

Uma ofensa ao árbitro dá direito a um livre direto ou penálti, consoante o local da bola.

Penálti

Os jogadores que façam a “paradinha” depois de terem começado a correr para a bola serão admoestados por comportamento antidesportivo. Simulações durante a corrida são permitidas.

Os guarda-redes que se adiantem antes da marcação do penálti são também admoestados.

Lançamento de linha lateral

Os jogadores que impeçam um lançamento lateral de ser efetuado, a favor da equipa adversária, serão admoestados caso estejam a menos de dois metros de distância.

Pontapé de canto

“A bola está em jogo no momento em que é pontapeada e claramente se mova”: é o que se pode ler no texto referente à marcação dos pontapés de canto. O objetivo é evitar que os jogadores queimem tempo e que toquem na bola de maneira antidesportiva.