A geração de ouro dos anos 90 já lá vai, mas esta de hoje não deixa ninguém envergonhado. Okay, é difícil competir com Zvonimir Boban (uiii), Suker, Prosinecki, Jarni e Stimac, que terminaram em terceiro no Mundial de 1998. O apuramento foi apertadinho (seis vitórias e três empates em dez jornadas), com a Noruega a terminar a um ponto. Foi a Itália de Antonio Conte que venceu o Grupo H. Perisic foi uma maravilha no apuramento, com seis golos em nove partidas.

Mas isto de ter Modric e Rakitic no mesmo meio-campo deixa água na boca. E Mandzukic na frente? ‘Tá bonito. Pode estar aqui uma das surpresas do Europeu… Em quatro presenças em Europeus, a Croácia chegou duas vezes aos quartos-de-final (1996 e 2008), caindo na fase de grupos em 2004 e 2012.

separador_o_onze

Danijel Subasic, Vedran Corluka, Darijo Srna, Domagoj Vida, Marcelo Brozovic, Mateo Kovacic, Sime Vrsaljko, Ivan Perisic, Luka Modric, Ivan Rakitic, Mario Mandzukic.

separador_treinador

Ante Čačić

craque (2)

Luka Modric

https://www.youtube.com/watch?v=RGZzx6wjhtk

Convocados

Guarda-redes: Danijel Subasic (Monaco), Lovre Kalinic (Hajduk Split), Ivan Vargic (Rijeka), Dominik Livakovic (Dinamo Zagreb).

Defesas: Vedran Corluka (Lokomotiv Moscow), Darijo Srna (Shakhtar Donetsk), Domagoj Vida (Dynamo Kiev), Sime Vrsaljko (Sassuolo), Gordon Schildenfeld (Dinamo Zagreb), Ivan Strinic (Napoli), Tin Jedvaj (Bayer Leverkusen), Duje Caleta-Car (Red Bull Salzburg).

Médios: Luka Modric (Real Madrid), Ivan Rakitic (Barcelona), Mateo Kovacic (Real Madrid), Marcelo Brozovic (Inter Milan), Milan Badelj (Fiorentina), Ivan Perisic (Inter Milan), Alen Halilovic (Sporting Gijon), Domagoj Antolic (Dinamo Zagreb), Marko Rog (Dinamo Zagreb), Ante Coric (Dinamo Zagreb)

Avançados: Mario Mandzukic (Juventus), Nikola Kalinic (Fiorentina), Marko Pjaca (Dinamo Zagreb), Duje Cop (Dinamo Zagreb), Andrej Kramaric (Leicester)