Ajuda Humanitária

Governo prepara parcerias com farmacêuticas para distribuir medicamentos na Venezuela

O Governo está a estudar parcerias com empresas farmacêuticas para que os medicamentos possam ser excecionalmente distribuídos aos emigrantes mais necessitados na Venezuela.

AMANDIO VILANCULO/LUSA

O Governo está a estudar parcerias com empresas farmacêuticas para que os medicamentos possam ser excecionalmente distribuídos aos emigrantes mais necessitados na Venezuela, diz uma nota hoje divulgada pelo executivo madeirense.

O documento foi difundido pelo gabinete do secretário dos Assuntos Parlamentares e Europeus da Madeira, Sérgio Marques, dando conta da reunião que este manteve hoje com o secretário de Estado das Comunidades, José Luis Carneiro, no âmbito da preparação da viagem que o governante madeirense vai efetuar à Venezuela entre os dias 24 de junho e 05 de julho.

O documento diz que “Sérgio Marques foi informado de que o Governo da República está a estudar parcerias com empresas farmacêuticas de modo a que as associações portuguesas e os postos consulares possam distribuir excecionalmente medicamentos entre os mais necessitados, respondendo ao repto que o Governo regional lançou há alguns meses.”.

Também aponta que desta reunião “saiu a garantia prestada pela TAP de que continuará a fazer três ligações semanais com Caracas”.

A nota menciona que foram ainda debatidas entre os representantes dos governos regional e nacional questões relacionadas com os regimes de apoio aos emigrantes, nomeadamente os vocacionados para os mais carenciados nas comunidades portuguesas e o a idosos com necessidades, sublinhando que estes programas registam poucas candidaturas.

“Deste modo, será sensibilizado o movimento associativo dos emigrantes, naquele país da América do Sul, para motivar os nossos conterrâneos que estejam em particular dificuldades a apresentar as suas candidaturas, mantendo-se uma articulação e uma relação próxima entre a rede consular e o movimento associativo”, informa o gabinete de Sérgio Marques.

Neste encontro, o responsável insular foi informado de que a embaixada portuguesa em Caracas voltará a ter uma conselheira social, uma magistrada de carreira Venezuela, o que permite “suprimir uma falta que o corpo diplomático nacional vinha apresentando há já algum tempo”.

A reunião aconteceu na sequência do acordo estabelecido entre os dois executivos com o objetivo de monitorizar de forma permanente a informação disponível sobre os destinos de emigração com uma forte presença madeirense.

Foram estabelecidos quatro planos de contacto com a Venezuela, através da ministra dos Negócios estrangeiros daquele país, da rede consular, do movimento associativo e da Rede de empresas propriedade de portugueses/madeirenses, conclui a informação.

Na Venezuela reside uma das maiores comunidades de emigrantes madeirenses, sendo a comunidade portuguesa naquele país estimada entre 500 mil e um milhão de pessoas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Europa

Falta de confiança  /premium

Manuel Villaverde Cabral

Por todo o lado são cada vez mais os eleitores que se abstêm ou que se viram para os «populistas» que tudo prometem e, até agora, não conseguem mais do que piorar as coisas, aumentando a instabilidade

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)