Se as paredes falassem, seriam certamente estas, as que o artista francês Patrick Commecy pinta em prédios vazios de cor e com marcas do tempo, em diferentes bairros de França.

O objetivo do projeto “A-Fresco” é renovar cidades, fazendo com que deixem de ser obscuras e a sua imagem de marca seja, desta forma, melhorada.

Para isso, Patrick Commercy parte da vida social, das principais atividades e das pessoas famosas de cada sítio para contar histórias originais através da arte, repletas de movimento e energia.

Moradores à espreita, varandas que são a continuidade da arquitetura do prédio, cafés e padarias e até artistas conhecidos moram nestes murais. No total, o artista e a sua equipa já revitalizaram 250 paredes esquecidas.

Na cidade de Montpellier, por exemplo, há seis figuras famosas e moradores da cidade, entre elas o químico Antoine Jerome Balard que descobriu bromo. (…) Os murais são divertidos, educativos e surpreendentemente fáceis de manter. Há pessoas de todas as idades a serem cativadas pelo projeto, que agora está também a tornar-se uma atração turística. Os moradores das várias cidades onde estão as pinturas admitem até que este trabalho tem melhorado a qualidade das suas vidas, destacando a sua identidade e história”, explica o artista.

Ao olhar para as paredes, o que ali está não parece uma pintura, confunde-se com uma cena real. Quase se ouve o frenesim das ruas, tal é agitação ilustrada pelas pinturas. O melhor é ver o “antes”, para melhor compreender o “depois”, na galeria de imagens inicial.