Esta decisão foi tomada na sequência das reanálises que o COI está a realizar a amostras retiradas de controlos antidoping nos dois últimos Jogos Olímpicos (Pequim 2008 e Londres 2012), na sequência do escândalo de doping generalizado na Rússia.

Além de Pyatnytsya, o primeiro medalhado olímpico a ser punido pelo COI na sequência deste escândalo de doping, outros três atletas do levantamento do peso – da Turquia, Arménia e Bielorrussia – foram impedidos de participar nos Jogos Olímpicos Rio2016.

De acordo com o COI, Oleksander Pyatnytsya, que acusou consumo de esteroides, não contestou a sanção, nem compareceu nas audiências para as quais foi convocado.