A empresa portuguesa Symington SV vai receber um apoio financeiro europeu de 160 mil euros para desenvolver um sistema robotizado de monitorização de vinhas, anunciou hoje a Comissão Europeia em comunicado.

O apoio à empresa vinícola de Vila Nova de Gaia é atribuído ao abrigo do mecanismo Processo Acelerado para a Inovação, que, no quinto concurso, vai subsidiar 15 ideias inovadoras, num total de 32 milhões de euros.

Os 15 projetos envolvem, na globalidade, 70 parceiros de 19 países. A empresa nortenha, juntamente com mais quatro companhias vinícolas, vai desenvolver o sistema robotizado de monitorização de vinhas, “de dimensão reduzida e eficaz em termos de custos”.

O Processo Acelerado para a Inovação, que decorre enquanto experiência-piloto, é suportado por verbas do Horizonte 2020, programa comunitário de apoio à investigação e inovação.

Os projetos financiados no quinto concurso do Processo Acelerado para a Inovação estão focados, ainda, no desenvolvimento de tecnologia de materiais compósitos para aeronaves, em tecnologia de terminais de elétrodos para doenças cardíacas, em fachadas de vidro prefabricadas e sustentáveis e num novo tratamento para a doença arterial periférica.

Lançado em janeiro do ano passado, o Processo Acelerado para a Inovação apoia projetos inovadores, já testados e direcionados para o mercado.

Até à data, foram selecionados 77 projetos, de um total de 1.446 candidaturas, que foram contemplados com 116,5 milhões de euros.