A nova direção do Público, encabeçada por David Dinis, entra em funções no próximo dia 3 de outubro, de acordo com a administração do jornal. Ao lado do antigo diretor do Observador, que será diretor do jornal, entram também Vítor Costa, até agora subdiretor da Agência Lusa, Diogo Queiroz de Andrade, antigo diretor criativo do Observador, e também Tiago Luz Pedro, que já é editor no Público.

Num comunicado dirigido à redação do Público, a administração deixou “o devido reconhecimento” à direção cessante, liderada por Bárbara Reis. Cristina Soares, administradora do jornal, agradeceu à antigo direção “pelo trabalho desenvolvido e pela intensa dedicação”, e sublinhou que “encara a mudança com o entusiasmo que os desafios do Público, do jornalismo e do setor da comunicação social em geral bem merecem”.

David Dinis foi diretor executivo do Observador desde a fundação do jornal até fevereiro deste ano, altura em assumiu a direção da TSF para substituir Paulo Baldaia. Esteve à frente da rádio do grupo Global Media durante sete meses. A mudança para o Público foi anunciada em junho deste ano. Na altura, o jornal referiu, em comunicado, depositar “a sua total confiança no David Dinis”.

Bárbara Reis esteve à frente do Público durante sete anos. A sua saída foi anunciada para novembro deste ano após vários rumores de desentendimentos com a administração do jornal. “Perante os rumores dos últimos dias, o Conselho de Administração entendeu ser preferível antecipar a divulgação deste processo. As especulações sobre conflitos ou simples desentendimentos tornar-se-iam fortemente desestabilizadoras do jornal e, em acréscimo, seriam particularmente injustas para com a sua diretora”, esclareceu na altura o jornal, em comunicado.