Turquia

Turquia. Proibidas todas as reuniões públicas em Ancara

A administração de Ancara proibiu todo o tipo de manifestações em lugares públicos até 30 de novembro deste ano, devido ao risco de ataques terroristas no país.

No último ano, a Turquia foi atingida por diversos ataques terroristas, relacionados com o Estado Islâmico e com o PKK

Getty images

O governador da capital da Turquia, Ancara, proibiu todo o tipo de reuniões públicas devido ao risco de ataques terroristas. De acordo com um comunicado do governo da cidade, estão proibidas “todo o tipo de reuniões e manifestações em lugares públicos, como estradas, praças, ruas ou parques, até ao dia 30 de novembro de 2016”.

No último ano, a Turquia foi atingida por diversos ataques terroristas, relacionados com o Estado Islâmico e com o PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão). O pior atentado foi o de outubro de 2015, que causou um total de 103 mortos e foi mais mortífero da história moderna do país.

A administração da cidade refere que há informações que apontam para “uma preparação por parte de organizações terroristas ilegais para levar a cabo ataques”. Depois da tentativa de golpe de estado em julho, foi declarado estado de emergência na Turquia, um alerta que termina no próximo 19 de outubro e que se deverá alargar por mais 90 dias.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)