Os últimos três títulos do Sport Lisboa e Benfica (2013/2014, 2014/2015 e 2015/2016) estão a ser investigados pela Polícia Judiciária, avança o Jornal de Notícias. Em causa podem estar os crimes de corrupção ativa e passiva. O Benfica não quer acrescentar comentários ao comunicado que emitiu no dias das buscas da PJ.

A notícia é avançada na edição desta segunda-feira do Jornal de Notícias (acesso pago) que diz que a investigação da PJ assenta no caso dos vouchers, denunciado pelo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, em outubro de 2015, na TVI24. Foi este mesmo caso que deu origem a buscas da PJ, pela Unidade de Combate à Corrupção desta mesma polícia, na semana passada. Nessas buscas, diz o JN, os agentes da PJ “terão acabado por levar apenas cópias de vouchers relativos a cada época e um exemplar do ‘Kit Eusébio’”. O referido kit era uma das ofertas feitas a árbitros, que continha uma réplica de uma camisola do antigo jogador do Benfica, e ainda um voucher para refeições num restaurante de Lisboa.

O Observador contactou o Benfica para uma reação à notícia, mas o clube da Luz remete para o comunicado emitido no dia em que a PJ fez as buscas nas instalações do clube. Nesse texto constava que “a investigação resultou de uma iniciativa e participação expressamente feita pelo Benfica à Federação Portuguesa de Futebol, para que apresentasse queixa no Ministério Público”.

Artigo atualizado às 09h54 com a resposta do Benfica ao Observador.