O Conselho de Ministros de quinta-feira vai ser dedicado à Reforma da Floresta, com a reunião agendada para o Centro de Operações e Técnicos Florestais, na Lousã, anunciou esta terça-feira o Governo.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou em setembro um conselho de ministros exclusivamente dedicado à política florestal.

A reunião deverá começar pelas 10h15, depois da habitual “fotografia de família” e apresentação de cumprimentos ao primeiro-ministro pelo grupo de sapadores florestais em formação naquele centro.

Vamos ter um Conselho de Ministros extraordinário dedicado exclusivamente à política florestal, porque a valorização do nosso território significa valorizar um dos maiores ativos, que é a floresta”, explicou António Costa, ao discursar em Braga, a 11 de setembro, numa iniciativa da Juventude Socialista.

Costa frisou, na altura, que o país não pode conformar-se em ver, todos os anos, a floresta a arder.

Temos de fazer agora da floresta uma reforma com a dimensão da de há 10 anos. […] Mais do que combater incêndios é necessário preveni-los e para os prevenir é preciso uma gestão ativa de uma floresta sustentável, de uma floresta sofisticada, de uma floresta que seja fonte de riqueza e não uma ameaça à segurança das populações e dos seus bens”, salientou então o primeiro-ministro.