O britânico Richard Hammond, conhecido por ter apresentado o programa Top Gear, está a dar que falar depois de ter dito que não comia gelados por uma simples razão: por não ser gay. O The Guardian conta que este episódio aconteceu durante uma das emissões do seu atual programa, The Grand Tour, apresentado também por Jeremy Clarkson e James May.

Perante uma plateia cheia de gente, e depois de Clarkson ter dito que o único problema era não se poder “comer um gelado de chocolate dentro de um carro tão luxuoso e bonito” como o Rolls Royce, Richard Hammond respondeu: “Está tudo bem, eu não como gelados”. E porquê? “A razão tem alguma coisa a ver com ser heterossexual”.

No entanto, as declarações não acabam aqui e Hammond decidiu continuar o seu raciocínio. “Um gelado é um bocado… Não tem nada de mal, mas ver um homem adulto a comer um gelado…”.

Foi o suficiente para a polémica se ter instalado nas redes sociais. Olly Alexander, vocalista da banda Years and Years, e assumidamente gay, não tardou em deixar o seu comentário no Twitter.

Olly Alexander: “Não admira que alguns homens heterossexuais sejam malucos, nem sequer podem comer gelados”.

Rapidamente surgiram outros comentários desagradados com a situação.

TechnicallyRon: “Olá, como gelados há anos e continuo a ser heterossexual. O que é que estou a fazer de mal? Ajudem-me”.

Pride in London: “Vou comer um GRANDE GELADO GAY. Queres algum, Richard Hammond?”

Hayden Scott-Baron: “Esta imagem mostra Richard Hammond a explicar que ‘os homens que comem gelados são gays’ no The Grand Tour, episódio 6. Será que os homens que veem este programa são fuinhas reacionários?”

O defensor dos direitos LGBTQ, Peter Tatchell, também mostrou a sua indignação e, numa entrevista dada à BBC, chegou até a acusar o apresentador de ser preconceituoso. “Só num mundo cheio de preconceito é que comer um gelado é visto como um ato homofóbico”, admite Tatchell.

Segundo o The Huffington Post, Richard Hammond ainda não deu a cara para responder às críticas e a toda a controvérsia que se gerou nas redes sociais.