Infiniti

Infiniti aponta ao futuro com o QX50 Concept

A grande novidade da Infiniti para o Salão de Detroit é o QX50 Concept, que antevê o futuro SUV de médias dimensões da marca e estreia a sua nova linguagem visual e o seu sistema de condução autónoma.

Autor
  • António Sousa Pereira

A edição de 2017 do Salão de Detroit só arranca no próximo domingo, mas a Infiniti decidiu dar, desde já, a conhecer a sua principal estrela do certame. QX50 Concept de seu nome, não só serve como antevisão do futuro SUV de médio porte da divisão de luxo da Nissan, como antecipa a sua nova linguagem visual, integrando, ainda, o seu novo sistema de condução autónoma ProPilot e o muito esperado motor VC-Turbo com taxa de compressão variável.

Anunciado pela Infiniti como uma evolução do protótipo QX Sport Inspiration, mostrado no Salão de Pequim do ano passado, o QX50 Concept encerra um conceito estilístico que deverá ser aplicado no futuro em toda a gama da marca, dominado por linhas musculadas combinadas com superfícies fluídas, com o intuito de sublinhar o seu carácter prático e dinâmico. Já o habitáculo, que tem o posto de condução como elemento central, em redor do qual foi desenvolvido, promete conjugar elementos de design vanguardistas com uma qualidade geral condicente com o estatuto da marca.

No domínio da condução autónoma, a Infiniti salienta que a sua aposta vai mais no sentido de potenciar o papel do condutor, que em última análise terá sempre a seu cargo o controlo do automóvel, e não de criar um “co-piloto” que o substitua. Mas sem que isso o impeça de “delegar” algumas das suas tarefas mais repetitivas, como assegurar a condução em auto-estrada ou em situações de pára-arranca, bem como manter sob vigilância os veículos que se encontram nas imediações – assim constituindo uma abordagem proactiva à segurança. Isso mesmo é antecipado pelo novo pacote de sistemas de assistência à condução incluído no QX50 Concept, já prontos para entrar em produção e a integrar brevemente nos modelos quer da Infiniti quer da própria Nissan, sob a chancela ProPilot.

Sob o capot do novo protótipo da Infiniti está o inovador motor VC-Turbo, já na sua versão de produção. Um quatro cilindros a gasolina de 2,0 litros sobrealimentado, com taxa de compressão variável, que promete conjugar as performances de uma unidade de ciclo Otto de elevado desempenho com os consumos de um propulsor a gasóleo de última geração.

Capaz de fazer variar automaticamente a taxa de compressão, em função das exigências do momento, entre 8,0:1 e 14,0:1, através de um engenhoso sistema de alavancas, que faz variar a altura alcançada pelos pistões no interior dos cilindros, este motor anuncia uma potência na casa dos 268 cv e um binário máximo de 390 Nm, garantindo a Infiniti estar apto a assegurar prestações ao nível das de um seis cilindros a gasolina de rendimento equivalente, mas com uma eficiência e uma economia de combustível superiores em cerca de 27%.

Depois da estreia do QX50 Concept no primeiro grande salão internacional do ano, o novo SUV da Infiniti deverá ser revelado, na sua versão definitiva, ainda em 2017, muito provavelmente lá mais para o Outono, no Salão de Frankfurt, com vista ao seu início de comercialização em 2018. Se é praticamente garantido que estará à venda também na Europa, pouco provável é a sua chegada a Portugal, já que continuam sem existir planos para que a Infiniti se estabeleça entre nós de forma oficial.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)