A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa oficializou esta quarta-feira a constituição de um consórcio, a Sociedade de Apostas Sociais, destinada a explorar o jogo online, avança o Jornal de Negócios. Os principais acionistas são a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, a União das Misericórdias, mas também outros acionistas minoritários como a Fundação Montepio, a Cáritas Portuguesa e a ACAPO.

De acordo com declarações de Edmundo Martinho, vice-provedor da Santa Casa e presidente do conselho de administração da nova empresa, àquele jornal, a entrada no mercado das apostas online vai acontecer “a muito breve prazo”. Falta apenas a emissão de uma licença da entidade reguladora.

Segundo o Negócios, o consórcio intitulado Sociedade de Apostas Sociais é detido em 54% pela Santa Casa, sendo que a União das Misericórdias Portuguesas detém 16%, a Fundação Montepio 15%, e a Cáritas Portuguesas e a ACAPO (Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal) 7,5% cada.

Em relação ao tipo de jogos online que vão ser explorados por aquele consórcio, Edmundo Martinho disse ao Negócios que a empresa “vai requerer a licença de exploração para apostas desportivas à cota, apostas hípicas mútuas e jogos de fortuna ou azar, sendo que a disponibilização dos diferentes tipos de jogo não está completamente fechada”.