Ilustração

Consumismo e “cultura pop”. O mundo de um ilustrador sarcástico

241

A obsessão pelas redes sociais que alimenta o ego, a atualidade feita de surpresas, o que a infância era e o que é agora. Tony Futura pintou ao mundo à sua maneira. A cor predominante é a do sarcasmo.

Tony Futura

As histórias que Tony Futura conta têm o Ocidente como pano de fundo. As personagens principais são a cultura pop e o consumismo e o enredo é aquele que, para o ilustrador alemão, todos nós temos escrito: a ironia e o sarcasmo das nossas ações. Em jeito anedótico, Tony Futura ilustra o mundo ocidental e os conceitos em deturpação na atualidade. Mostra o que para ele é uma infância que já não o é, uma arte que já não sabe que o é e um ser humano que… será que ainda o é? A pergunta é o desafio colocado pelo artista.

Através de cores fluorescentes, um humor algo negro e um sentido estético peculiar, Tony Futura mexe com a nossa mente e com a nossa consciência. Pense sobre o mundo que o rodeia através de vinte dos seus desenhos na fotogaleria.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)