Numa megaoperação conjunta entre a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Polícia Judiciária (PJ), e com o auxílio da unidade especial de polícia para garantir o perímetro de segurança, as autoridades cercaram o bairro 6 de maio, na Amadora, por volta das 7 horas da manhã esta quarta-feira. A operação diz respeito a roubos violentos na via pública e em transportes públicos com armas de fogo e armas brancas.

O intendente da PSP da Amadora, Luís Pebre, confirmou a detenção de sete pessoas em declarações à imprensa. Outras seis pessoas foram identificadas e podem vir a ser constituídas arguidas nos processos.

Uma vez cercado ninguém pode sair nem entrar no bairro e as pessoas que têm mesmo de o fazer, ou para ir trabalhar ou para a escola, estão a ser identificados, segundo avança o intendente da Amadora. No terreno estavam cerca de 150 operacionais que entretanto começaram a desmobilizar.

No entanto, esta não é a única zona da Amadora que foi alvo de buscas. Também outras quatro zonas da Amadora foram alvo de buscas, concretamente nos bairros Zambujal, Casal da Mira, Mira Sintra e a Estrada Militar.

O intendente Luis Pebre, avançou ainda que “as investigações decorreram em paralelo, ou seja, a PSP fez as suas investigações e PJ fez as suas investigações. Estas foram investigações que demoraram uns meses até se chegar à situação de partilha de informação e depois à intervenção conjunta”.

Os suspeitos detidos já estavam identificados pelas autoridades numa operação que já leva alguns meses de investigação. Ao todo foram feitas 21 buscas domiciliárias.

Cerca de duas horas depois de as autoridades terem cercado o bairro, o intendente Luís Pebre, confirmou que as operações foram dadas por terminadas com um balanço positivo da mesma. “Era objetivo comum das forças neutralizar indivíduos que praticam crimes violentos nesta zona”. No que a apreensão de armas diz respeito, o comandante afirmou que “foram apreendidos diversos materiais utilizados na prática dos roubos. Armamento não foi apreendido, mas foram apreendidas réplica e é isso que vamos avaliar agora, a classe dessas réplicas.”