O ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva considerou, esta sexta-feira, que a decisão do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, de não se recandidatar nas próximas eleições “é mais um sinal de que Angola segue os melhores padrões internacionais”.

O presidente do MPLA e chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou esta sexta-feira que não se recandidata nas eleições deste ano, pondo assim fim à vida política ativa.

Questionado pela Lusa quanto a este anúncio, o ministro português afirmou que “já era conhecida a vontade do Presidente de se afastar da vida política mais ativa” e considerou que “esse é mais um sinal de que Angola segue os melhores padrões internacionais”.