Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um tiro disparado de forma acidental por um agente de segurança fez dois feridos sem gravidade durante uma cerimónia pública onde discursava o Presidente francês, François Hollande.

O chefe de Estado francês discursava na inauguração de um troço de alta velocidade que ligará Bordéus a Paris, quando foi surpreendido pelo som da arma a disparar. No entanto, poucos no local perceberam o que de facto se tinha passado. Segundo relatam os órgãos de comunicação presentes, Hollande ainda demonstrou alguma preocupação: “Espero que não tenha sido grave”, deixar escapar o Presidente francês, prosseguindo depois o discurso.

De acordo com o Le Parisien, o autor do disparo faz parte de uma elite de segurança da polícia francesa que assegura a proteção do Presidente. O incidente aconteceu quando, ao manejar a arma que carregava, o agente de segurança acabou por disparar involuntariamente, atingido duas pessoas de raspão.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Como dita o protocolo, o Ministério Público francês vai investigar o sucedido e, se assim se justificar, ordenar a abertura de um inquérito. Nenhum dos feridos corre qualquer risco de vida.