Cinco meses passaram desde que François Hollande, de 63 anos, deixou o trono no Palácio de Eliseu e o ex-presidente francês já arranjou uma nova ocupação: um part-time às segundas-feiras na Station F — considerada a maior incubadora de startups do mundo (mas que pode vir a ser ultrapassada pelo Hub Criativo do Beato, em Lisboa).

As funções? Aconselhar empreendedores a nível estratégico e ajudá-los a encontrar financiamento e a estabelecer contactos. Durante algumas horas, o ex-presidente francês reúne-se com empresários no escritório da “La France s’engage” (“A França envolve-se”, em português), na Station F, em Paris.

O que os empreendedores mais precisam, na maioria das vezes não é dinheiro: é orientação sobre com quem devem trabalhar, sobre as diferentes fontes de financiamento e mentoria”, defendeu François Hollande numa entrevista feita na Station F e publicada esta terça-feira na Bloomberg.

A “La France s’engage” é uma fundação que apoia projetos sociais inovadores, da qual François Hollande é presidente desde setembro e que criou em 2016, durante o seu mandato. “A tecnologia foi uma das minhas prioridades durante o meu mandato enquanto presidente — faz sentido que eu esteja aqui“, disse ainda Hollande.

François Hollande ao lado de Jean Saslawsky, diretor-geral da “La France s’engage”, no escritório da fundação, na Station F, em Paris, quando foi nomeado presidente em setembro deste ano. (Foto de BERTRAND GUAY/AFP/Getty Images)

Foi nesse sentido que o ex-presidente francês se considerou a si próprio responsável por atrair empreeendedores e startups para França, e não o seu sucessor, Emmanuel Macron, que foi ministro da Economia e das Finanças durante o mandato de Hollande.

Fizemos muito pela tecnologia e os investimentos que fizemos nos últimos anos estão a mostrar resultados. O ecossistema que ajudámos a estabelecer está a florescer atualmente no contexto internacional”, garantiu o ex-presidente francês na mesma entrevista.

François Hollande vem a Portugal no próximo mês. O presidente da “La France s’engage” vai marcar presença na Web Summit, no MEO Arena, em Lisboa, nos próximos dias 6 e 9 de novembro. O ex-presidente francês é um dos oradores confirmados, que se junta a outros tantos como Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Suzy Menkes, editora internacional da Vogue ou Werner Vogels, responsável tecnológico da Amazon.