Peugeot

Lisboa-Dakar-Bissau. Sozinho num 3008 de série

Histórias, truques e dicas através do deserto do Sahara, até à África Negra. Acompanhe aqui uma aventura que atravessa sete países e dois continentes, num Peugeot 3008 de série. E mais nada.

Autor
  • António Sousa Pereira

Ao volante, Alexandre Correia, editor da revista Todo Terreno e único passageiro a bordo. O percurso? Saída de Lisboa, chegada a Bissau e regresso, depois de atravessados, por duas vezes, sete países de dois continentes, para um total de mais de 15 mil km percorridos através do sul da Europa e do norte e oeste do continente africano. É este, no essencial, o formato do desafio que dá pelo nome de “Expedição Todo Terreno Peugeot 3008 Lisboa-Dakar-Bissau”, ao qual o Observador se associou.

Um dos protagonistas é uma unidade totalmente de série do popular SUV da marca do leão, equipada com o motor turbodiesel 1.6 BlueHDI de 120 cv e sistema Advanced Grip Control, em que apenas foram montados pneus all-terrain mais robustos, para uma utilização intensa fora de estrada, e que terão de enfrentar os mais variados tipo de pisos: pistas de terra, pedregosas, poeirentas, esburacadas e lamacentas, sem esquecer as areias do Sahara.

Nesta incursão, Alexandre Correia e o Peugeot 3008 estarão entregues a si próprios, sem o apoio de qualquer outro veículo

Já para o outro protagonista que irá atravessar o norte de África, o Sahara Ocidental (pela 15ª vez…) e o Sahel, para entrar na denominada África Negra, o que ocupa o lugar atrás do volante, esta experiência é, ao mesmo tempo, uma aventura, um desafio e uma homenagem.

Aventura, porque percorrer África e atravessar o deserto do Sahara será sempre isso mesmo. Depois, partir para uma viagem destas em solitário, sem o apoio de outro veículo, já é, por si só, um desafio, que se torna ainda maior quando se opta por um modelo absolutamente de série e com tracção simples. Homenagem porque esta expedição recorda as raízes do ‘Dakar’, contribuindo decisivamente para despertar o interesse pelas grandes aventuras em todo terreno”, observa Alexandre Correia.

Depois de sair de Lisboa, a dupla rumou a Faro, seguindo-se-lhe Sevilha e o Cabo Tarifa, local do embarque para Marrocos. Seguem-se a Mauritânia, o Senegal (com passagem obrigatória por Dakar, a cidade que dá nome à mítica prova de todo-o-terreno) e a Gâmbia (o mais pequeno de todos os países africanos), antes da chegada à Guiné-Bissau. Aqui termina a primeira parte da viagem, e aqui permanecerá o duo duas semanas antes do regresso a Lisboa.

Entretanto, vá passando por aqui, pelo Observador, para se inteirar dos pormenores mais marcantes desta incursão. Contados pelo próprio Alexandre Correia.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)