Rádio Observador

Benfica

Rui Vitória recusa euforias e assegura “foco” nas quatro “finais” do Benfica

O treinador do Benfica recusou esta sexta-feira qualquer euforia pela liderança isolada, a quatro jornadas do final da I Liga portuguesa de futebol.

FRIEDEMANN VOGEL/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O treinador do Benfica recusou esta sexta-feira qualquer euforia pela liderança isolada, a quatro jornadas do final da I Liga portuguesa de futebol, e assegurou que os ‘encarnados’ não se “desviam” das “quatro finais” que têm pela frente.

Rui Vitória, que fazia a antevisão da receção ao Estoril-Praia, da 31.ª jornada, marcada para sábado, disse que as ‘águias’ não entram em “conversas paralelas”, nem nas “ondas que se querem fazer”, apesar da vantagem de três pontos sobre o FC Porto, segundo classificado.

“O futebol é ação e é no jogo que se resolvem as coisas. Estamos na frente e quem está à frente está mais satisfeito do que quem vem atrás. Focamo-nos no Estoril, porque não sabemos qual o jogo que vai decidir o campeonato. Estamos preparados para os jogos que aí vêm. As conversas na comunicação social não nos desviam. O nosso foco é a final de amanhã (sábado)”, frisou, em conferência de imprensa.

De resto, o técnico voltou a utilizar a palavra “foco” várias vezes, para reforçar a vontade do Benfica em ultrapassar o que falta do campeonato, e mostrou-se pouco preocupado com o facto de o FC Porto ter desperdiçado, mais do que uma vez, a possibilidade de ultrapassar os atuais líderes.

“O FC Porto podia ultrapassar-nos quando empatámos em Paços de Ferreira e aqui na Luz, e aí nem merecia. Estamos na frente há muito tempo (desde a quinta jornada), sabemos o que temos a fazer, o que nos trouxe até aqui e o que nos falta. Estamos muito envolvidos, unidos, ligados e com o foco de ganhar as quatro finais. Sobre os outros, que sejam os outros a falar”, referiu.

Por outro lado, Rui Vitória deixou elogios à evolução do Estoril desde que Pedro Emanuel assumiu o comando técnico dos ‘canarinhos’.

“Vamos encontrar uma equipa que tem vindo a melhorar de forma significativa em termos de resultados e exibições. Desde que o Pedro (Emanuel) entrou, as coisas entraram no rumo certo. Tem jogadores de qualidade e querem vir cá somar pontos para ficarem a salvo de qualquer problema de descida”, analisou.

Contudo, o treinador benfiquista lembrou que o Benfica é o líder, vai jogar em casa e nem o facto de o Estoril ter causado problemas na segunda mão das ‘meias’ da Taça de Portugal, na Luz (3-3), vai inspirar cuidados adicionais.

“Nunca mudo nada em especial para qualquer adversário, mas tenho sempre atenções especiais para todos os adversários. Sei que do outro lado estão jogadores de qualidade. O Kléber, por exemplo, tem feito uma série de golos desde que o Pedro assumiu a equipa. Mas não podemos virar isto ao contrário. É um jogo dificílimo para o Estoril, disso não tenho dúvidas”, vincou.

Rui Vitória revelou que o avançado brasileiro Jonas “está convocado e disponível para ir a jogo”, após ter falhado o dérbi com o Sporting, sendo que o central Jardel é o único atleta do plantel que se encontra limitado.

O treinador das ‘águias’ foi ainda questionado sobre as declarações proferidas pelo treinador portista Nuno Espírito Santo, que na véspera afirmou que não pode haver medo de favorecer o FC Porto. Rui Vitória acabou por deixar alguns ‘recados’, ainda que ressalvando que não eram direcionados ao homólogo portista.

“No dia 06 de janeiro, disse que, quando apontamos um dedo, temos três apontados para nós. Temos muitos pensadores. Estamos na altura de deixar de pensar e começar a fazer. Isto não tem nada a ver com o treinador do FC Porto. Importante é atuar, alguém acima de nós que atue sobre uma série de coisas. Somos um país simpático para toda a gente, somos campeões europeus, temos os melhores treinadores, o melhor jogador, já tivemos o melhor árbitro e estamos nisto. Ninguém toma posições”, questionou.

Benfica, líder com 72 pontos, e Estoril-Praia, 14.º classificado com 31, jogam no sábado, a partir das 18:15, no Estádio da Luz, em Lisboa, num encontro que será dirigido pelo árbitro Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)