Elon Musk é conhecido pelos seus projetos ambiciosos e ideias futuristas e está prestes a realizar um sonho de longa data. O multimilionário recebeu o “ok” governamental para começar a escavar o túnel subterrâneo que permitirá avançar com o Hyperloop que permitirá viajar de Nova Iorque a Washington — que distam a cerca de 360 quilómetros — em apenas 29 minutos.

Apesar de ter recebido a confirmação verbal, o detentor da Tesla disse, numa publicação feita na rede social Twitter, que “ainda há muito trabalho” a fazer até se receber a aprovação formal. Através desta nova tecnologia, uma espécie cápsula que circula dentro de um túnel, Musk pretende transportar pessoas e mercadorias a alta velocidade.

A empresa responsável pela concretização da ideia é a The Boring Company, também ela de Elon Musk. Para além da ligação Washington-Nova Iorque, existe também a ligação Los Angeles-São Francisco, ambas pensadas para arrancar em paralelo, embora ainda não existam mais detalhes ou datas.

Depois de anunciar a novidade, Musk foi bombardeado por perguntas: quem no governo deu a confirmação verbal? Qual o preço e quem iria pagar? Quanto tempo demoraria a construir? As respostas não foram dadas, mas, em 2014, o multimilionário já tinha apontado possíveis constrangimentos – como o preço, até 16 mil milhões de dólares, e o tempo de construção, entre 7 a 10 anos. Apesar disso, este encontra-se optimista que, agora, a aprovação formal “ocorra rapidamente”.

De acordo com a Reuters, vão ser realizados testes cruciais do conceito do Hyperloop por engenheiros, projeto que começou a ser esboçado há quatro anos por Musk. O sonho do Hyperloop pode vir a tornar-se realidade não só nos EUA, como também nos continentes europeu e asiático. Foram já apresentados nove possíveis projetos, com rotas que ligariam mais de 75 milhões de pessoas em 44 cidades, espalhados por um percurso total de cinco mil quilómetros.

Tesla já está na Europa e Hyperloop vem a caminho