Proposta senhorial, vocacionada para executivos que prezam a distinção, o Jaguar XJ também pode, afinal, tornar-se um felino de unhas bem afiadas. A demonstrá-lo, a nova variante do conhecido topo de gama que o fabricante com sede em Coventry, Reino Unido, acaba de dar a conhecer, e que, graças à intervenção do departamento de veículos especiais (Special Vehicle Operations, SVO) da Jaguar Land Rover, e principalmente às melhorias efectuadas no V8 5,0 litros, consegue “arranhar” os 300 km/h! Nome? XJR575 Super Sedan.

Lançado numa altura em que a marca do felino apresenta algumas alterações cirúrgicas na gama XJ, nomeadamente através da evolução de aspectos no domínio da tecnologia e da segurança, o Jaguar XJR575 Super Sedan destaca-se por um aumento 25 cv na potência retirada do V8 5,0 litros Supercharged, que assim passa a anunciar 575 cv e 700 Nm de binário. Números que, entre outros feitos, lhe permitem acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4,4 segundos, com a velocidade máxima anunciada a surgir nos 300 km/h.

A acompanhar as melhorias no coração deste Jaguar, uma revisão do aspecto exterior, visando uma postura mais desportiva e agressiva. A começar pela oferta de duas novas cores, também elas criadas pela SVO, o “Velocity Blue” e o “Satin Corris Grey”, a juntar um kit aerodinâmico do qual fazem parte spoilers dianteiro e traseiros, entradas de ar no capot, assim como jantes de 20″ e a aplicação do logótipo 575 em várias partes do interior do habitáculo.

Segundo o director de design da marca britânica, Ian Callum, o objectivo do fabricante de Coventry foi criar uma proposta plena de “detalhes intrincados” capazes de assegurar que tanto o condutor como os passageiros se sintam “verdadeiramente especiais”.

[jwplatform oG5Cn4YP]

Não só neste XJR575 Super Sedan, mas a partir de agora em toda a gama XJ, destaque para a presença de um generoso ecrã táctil de 10″ a ocupar grande parte da consola central, todo ele configurável. E, no que toca ao sistema de infoentretenimento, não só a conectividade foi melhorada graças à inclusão de um sistema wi-fi 4G capaz de ligar até oito dispositivos móveis, como o próprio processador passa a ser quad-core, permitindo, entre outras mais-valias, a adopção da nova funcionalidade Commute Mode, a qual consegue assimilar, por exemplo, o caminho que o condutor todos os dias faz para o trabalho, passando a sugerir vias alternativas, em caso de trânsito mais complicado no trajecto habitual.

Já no domínio da segurança, realce para introdução da tecnologia de detecção de trânsito à frente, solução particularmente importante em cruzamentos em entroncamentos, ou quando a visibilidade é menor, a par de outras ajudas à condução, como a assistência à manutenção na faixa de rodagem ou a monotorização da atenção da pessoa por detrás do volante, à procura de sinais de cansaço.

De resto, a Jaguar também reivindica para o agora renovado XJ uma maior eficácia da travagem autónoma de emergência, nomeadamente na detecção de peões, graças à utilização de uma câmara digital estéreo virada para a frente, que, entre os 5 e os 60 km/h, consegue imobilizar a viatura, sempre que a colisão estiver iminente.

Já disponível por encomenda no Reino Unido, o “novo” Jaguar XJ tem como preço de partida, no mercado britânico, cerca de 67 mil euros. Isto, no caso da variante V6 3,0 litros turbodiesel de 300 cv de potência, enquanto o bem mais apetecível V8 5,0 litros Supercharged não sai de Coventry por menos de 104 mil euros.