O Presidente norte-americano, Donald Trump, criticou esta quinta-feira os líderes do Partido Republicano no Congresso devido às dificuldades na aprovação de um novo limite máximo da dívida que permita ao governo continuar a funcionar.

A administração tem dinheiro suficiente para pagar as suas contas apenas até 29 de setembro. Depois disso, o Congresso terá de autorizar o governo a contrair a emitir mais dívida para poder cumprir as suas obrigações.

Trump escreveu esta quinta-feira no Twitter que pediu ao líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, e ao presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, a aprovação de legislação para aumentar o teto da dívida federal em anexo a um outro projeto de lei, sobre veteranos, que foi aprovado facilmente.

Não o fizeram (…) agora temos um grande problema com os democratas (como é costume) para a aprovação do teto da dívida. Poderia ter sido tão fácil e agora é um desastre”, escreve Trump.

McConnell não quis comentar as declarações de Trump no Twitter. O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, tem repetido as advertências de que é “absolutamente fundamental” conseguir um acordo para “manter a solvência” dos Estados Unidos.