PCP

Jerónimo de Sousa. Agências de rating “não decidem nada, quem decide é o povo português”

639

O líder do PCP não deu importância à melhoria da perspetiva da dívida portuguesa por parte da Moody's, considerando que não deve "credibilizar" as agências de rating.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Jerónimo de Sousa desvalorizou a decisão da Moody’s de alterar a perspetiva da dívida portuguesa de estável para positiva. “Precisamos de desligar desse fantasma que aparece como algo supremo que determina a nossa vida coletiva. [As agências de rating] não decidem nada, quem decide é o povo português”, afirmou o secretário-geral do PCP, este sábado, na Festa do Avante!.

O líder comunista considerou, ainda, que se está a credibilizar agências que estão ao serviço do “capital multinacional” e que, para além de “considerações”, dão sempre “recados” relativamente aos “direitos dos trabalhadores”.

Relativamente à greve dos trabalhadores da Autoeuropa, Jerónimo de Sousa defendeu que os trabalhadores têm “razões fundamentadas para defender o seu horário de trabalho” e que esse “direito fundamental” não pode ser “incompatível com o desenvolvimento da produção e da própria empresa”.

“Não há dicotomia. É possível respeitar e proteger os direitos dos trabalhadores e, simultaneamente, desenvolver a produção e a própria empresa.”

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rporto@observador.pt
Parlamento

A liga dos últimos

Luís Reis

Está de volta a liga dos últimos, não dos clubes de futebol, mas das cores partidárias, todos competindo, acerrimamente e perante as câmaras, pelo prémio “Capitão Moura” do Parlamento.

Rui Rio

PSD: tanta Silva e Penedos no Rio

José Pinto

As sondagens provam que a erosão do PS de Costa não é acompanhada pela subida firme ou sustentada do PSD. Há uma orfandade que pode abrir espaço para o surgimento de uma nova proposta partidária.

Mundial 2018

O dia em que o Panamá marcou um golo /premium

Bruno Vieira Amaral

É incrível como um jogo sem história – tal a diferença entre as duas equipas – acaba por ser histórico. Essa é uma das magias do Mundial, a dos pequenos prazeres estatísticos que proporciona.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)