O furacão Maria aproxima-se das Ilhas Turcas e Caicos, nas Caraíbas, e ganha intensidade com ventos de 195 quilómetros por hora, revelou esta quinta-feira o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

De acordo com este organismo, o furacão está na categoria três, a afastar-se da República Dominicana e registará um agravamento entre hoje e sexta-feira, quando é esperado que chegue às Ilhas Turcas e Caicos, assim como às Bahamas, com previsão de chuvas fortes e prolongadas.

O furacão Maria já deixou um rasto de destruição em Porto Rico, com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a declarar o estado de catástrofe natural neste território americano onde vivem 3,4 milhões de pessoas.

Não há eletricidade em Porto Rico e a situação deverá prolongar-se por tempo indeterminado, relata a Associated Press.

As autoridades de Porto Rico falam em dois mortos, mas meios de comunicação locais avançam com seis.

A Agência Federal de Emergência revelou que na sexta-feira criará uma ponte aérea para voos militares destinados a enviar água, mantimentos, geradores e abrigos temporários para os porto-riquenhos.