Conhecida pelo proteccionismo que faz às empresas nacionais, a China é terreno fértil para imitações de modelos automóveis que granjeiam fama noutros mercados. É o caso, por exemplo, do Land Rover Evoque, que no mercado chinês tem como cópia (descarada) o Landwind X7. O qual acaba agora de receber a sua mais recente actualização!

A verdade é que, apesar de suportadas pelo sucesso dos modelos originais, nem mesmo as cópias “quase fiéis”, como é o caso deste Landwind X7, podem deixar de acompanhar os tempos e as tendências. Estando, por isso e tal como os modelos que lhe servem de base, obrigadas a renovar-se, para não morrer!

Assim, no caso do “irmão quase gémeo” do Range Rover Evoque, a actualização agora mostrada passa, basicamente, pela adopção de novos detalhes, que visam uma dianteira mais agressiva, graças à introdução de uma grelha revista, além de novos cromados. Quanto às “semelhanças” com o modelo britânico, esta actualização nada muda. Pelo contrário, procura acentuá-las…

Farta de ser copiada pelos chineses, Land Rover toma medidas

Importa recordar os esforços que a Land Rover empreendeu, no sentido de acabar com esta cópia declarada de um modelo que implicou enormes investimentos. Tendo mesmo recorrido às instâncias judiciais chinesas, as quais se mostraram sempre inamovíveis, consentindo a coexistência dos dois modelos.

Para impedir novas situações deste tipo, a Land Rover reviu a sua estratégia de lançamento de novos produtos. Nomeadamente, acabando com a divulgação de protótipos que possam, de alguma forma, revelar aquelas que serão as linhas finais de um determinado futuro modelo. Já lá diz o ditado, “gato escaldado…”.