Inovação

Roteiro da Inovação e Tecnologia é “pequeno passo” para Portugal ser “país do futuro”

O ministro da Ciência e Tecnologia acredita que o Roteiro da Inovação e Tecnologia é um "pequeno passo" para Portugal ser um "país do futuro". O roteiro foi apresentado esta quinta-feira.

JOSÉ COELHO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior disse esta quinta-feira que o novo Roteiro da Inovação e Tecnologia e protocolos de cooperação assinados com instituições de “referência mundial” são um “pequeno passo” para Portugal ser um país do futuro.

O Roteiro da Inovação e Tecnologia foi esta quinta-feira apresentado em Matosinhos, onde foram também assinados protocolos de cooperação entre a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e a Universidade de Carnegie Mellon (EUA), Massachussetts Institute of Technology (EUA), Universidade do Texas (EUA), Fraunhofer-Gesellschaft (Alemanha), Global Space Ventures (EUA), Fundação La Caixa (Espanha), Finnish Association of Polytechnics (Finlândia), Frisian Design Factory (Holanda) e a organização internacional para a inovação Demola.

“Fazer com que Portugal atraia os melhores, que consiga dialogar sistematicamente com o que melhor se faz no mundo, quer dizer convergir para a Europa nos próximos 12 anos. Esse é um esforço que só pode ser coletivo”, afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, em conferência de imprensa após a reunião de Conselho de Ministros, que se realizou também em Matosinhos.

Segundo Manuel Heitor, convergir para a Europa em 2030, “quer dizer criar e valorizar cerca de 25 mil postos de trabalho qualificado no setor privado em 12 anos” e isso implica a responsabilidade de “saber investir os fundos e as contribuições dos portugueses”.

“Queremos multiplicar por quatro a despesa privada em investigação e desenvolvimento, alavancando e duplicando a despesa pública em investigação e desenvolvimento.

“É uma visão que só em conjunto conseguiremos fazer e por isso hoje aqui vamos fazer certamente um pequeno passo de colaboração com o setor privado e, obviamente, com instituições que temos vindo a criar uma relação de confiança nos últimos anos, nomeadamente universidades norte-americanas de referência mundial com quem conseguimos demonstrar a credibilidade e a excelência do que se faz em Portugal”, afirmou o ministro.

Manuel Heitor defendeu que “investir no conhecimento é certamente um risco, mas é um risco que vale a pena, e é esse risco que queremos correr, partilhando com o setor privado ideias, instituições que possam ser orientadas sobretudo para o emprego qualificado em Portugal”.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Inovação

#PortugalMaisDigital!

Rogério Campos Henriques

É importante existir um movimento que incentive a utilização dos recursos digitais existentes na sociedade por todos os cidadãos, de forma consciente e informada. E este é o grande propósito do MUDA.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)