A empresa timorense Air Timor anunciou esta segunda-feira o corte de um dos dois voos semanais que ligava Díli a Singapura devido à “situação económica” e ao reduzido número de passageiros, informou a empresa aos seus clientes.

“Lamentamos profundamente informar que a partir de 1 de março de 2018 decidimos cancelar a ligação das quartas-feiras Díli-Singapura-Díli devido a motivos comerciais”, informou a empresa na semana passada.

“A atual situação económica e o reduzido número de passageiros em Díli, forçou a Air Timor a tomar esta triste decisão de só operar um voo semanal, aos sábados, até anúncio em contrário”, explica ainda.

Oferecendo aos clientes com voos já marcados a oportunidade de alterar a data ou de pedir o dinheiro devolvido, a empresa pede desculpa pela decisão.

Timor-Leste prepara-se, a 12 de maio, para ir às urnas em eleições parlamentares antecipadas anunciadas pelo Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, para resolver o impasse político em que estava o país.

O Parlamento Nacional está dissolvido, o Governo está em gestão e o Estado vive com duodécimos desde 01 de janeiro, com o impacto económico de uma desaceleração acentuada da máquina do Estado – principal motor da economia – a começar a fazer-se sentir.