807kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Estação espacial chinesa caiu ao largo da Costa do Chile

Este artigo tem mais de 5 anos

A agência espacial chinesa disse que a Tiangong-1 terá ardido quase toda durante a entrada na atmosfera terrestre. O resto caiu no oceano pacífico, perto do Chile.

A estação espacial chinesa Tiangong-1 terá entrado na atmosfera pelas 1h15 desta segunda-feira e ardeu “na sua grande maioria” durante a reentrada na atmosfera terrestre, e o resto terá caído no sul do Oceano Pacífico, anunciou a agência espacial chinesa num curto comunicado.

Depois de muito suspense sobre o local e a data da reentrada na atmosfera da estação espacial chinesa, a Tiangong-1 caiu finalmente e no oceano Pacífico. A agência espacial chinesa anunciou ao final da noite de domingo (de Lisboa) que o que restava da estação entraria na atmosfera ao largo da costa do Brazil, perto das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. A estação terá caído afinal perto da costa do Chile.

Durante a madrugada, num curto comunicado, a agência chinesa anunciou que a maior parte da estrutura da Tiangong-1, também conhecida como Palácio Celestial, terá ardido durante a reentrada. O resto caiu no sul do oceano pacífico.

A estação, com mais de 10 metros, era a pérola do programa espacial chinês, o protótipo da estação espacial permanente que a China espera lançar para o espaço por volta de 2022.

No entanto, em maio do ano passado o governo chinês informou as Nações Unidas que a estação tinha deixado de funcionar mais de um ano antes, sem explicar as razões. O incidente não abrandou as ambições chinesas, que lançaram para o espaço a segunda versão desta estação espacial há cerca de meio ano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O local da queda foi alvo de muita especulação, devido à falta de informação dada pela China. A península ibérica chegou a ser apontada como um dos locais possíveis.

O receio das autoridades era de que algumas das partes da estação espacial, devido à sua especial robustez em comparação com um satélite, pudessem sobreviver à reentrada na atmosfera e atingissem zona populadas da superfície terrestre, o que não terá acontecido.

Uma estação espacial vai cair do céu e pode ser no norte de Portugal. 9 respostas para saber se deve ter medo

 
Assine o Observador por 36,5€

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Revista best-of gratuita
  • Uma estadia de duas noites hotel da Small Portuguese Hotels
  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

Habilite-se a duas noites na rede Small Portuguese Hotels e receba a revista especial aniversário ao assinar um ano por 66€ 36,5€

10 estadias para duas pessoas 360 páginas, portes gratuitos, stock limitado

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

Habilite-se a duas noites na rede Small Portuguese Hotels e receba a revista especial aniversário ao assinar um ano por 66€ 36,5€

10 estadias para duas pessoas 360 páginas, portes gratuitos, stock limitado