Adalberto Campos Fernandes

Ministro da Saúde garante que Portugal vai cooperar “cada vez mais” com PALOP

Ministro da Saúde disse que, "dentro da capacidade que o país tem", vai tentar colaborar mais com os PALOP na área da saúde e considera que "experiência desses países é muito enriquecedora.

PAULO NOVAIS/LUSA

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, disse esta quinta-feira, em Coimbra, que Portugal vai colaborar cada vez mais, dentro das suas limitações, com os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) na área da saúde. “Nós temos projetos de cooperação com Angola, Moçambique, São Tomé Príncipe, Cabo Verde, e, naturalmente, dentro da capacidade que o país tem, faremos tudo para não apenas lhes dar, mas também para receber deles”, frisou o governante.

O ministro da Saúde, que falava aos jornalistas no final da sessão de abertura do encontro regional da Cimeira Mundial de Saúde, que decorre esta quinta e sexta-feira em Coimbra, acrescentou que a “experiência desses países [africanos] é muito enriquecedora do ponto de vista da saúde pública e das políticas de desenvolvimento local”. Adalberto Campos Fernandes salientou que a “obrigação daqueles que têm mais”, e que estão como Portugal “no pelotão da frente”, é contribuir.

“E temo-lo feito com África, a trabalhar em conjunto, porque a segurança e o bem-estar desses países e dessas comunidades é também a segurança do mundo, que corre a várias velocidades”, observou. Adalberto Campos Fernandes referiu que esta cimeira é “muito importante”, até pela relação particular de Portugal com os países de expressão oficial portuguesa, e, nesse sentido, “Portugal está feliz e Coimbra está reconhecida por ver o seu trabalho com sucesso”.

Coimbra recebe na quinta e sexta-feira, no Convento São Francisco, o encontro regional anual da Cimeira Mundial da Saúde, com cerca de 700 peritos mundiais e que vai ter como tema principal a saúde global dos países africanos. O encontro é organizado pelo consórcio Universidade de Coimbra (UC)/Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), que integra a Aliança-M8 [G-8 da saúde].

Nestes dois dias, a cimeira vai acolher mais de 20 sessões de trabalho e quatro sessões plenárias relacionadas com a gestão de doenças infecciosas e a governação para a equidade na saúde nos países de baixo e médio rendimento, as oportunidades e desafios na transição da inovação para os cuidados de saúde e a educação biomédica num mundo em mudança, em que participam 120 oradores de mais de 40 países. A cimeira vai contar com a participação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na sexta-feira, na sessão de encerramento.

Portugal está representado desde outubro de 2015 na Aliança M8, considerada o G-8 da saúde, pelo consórcio CHUC e Universidade de Coimbra, sendo uma das cinco academias da União Europeia com presença neste organismo. A Aliança M8 tem como missão principal a melhoria da saúde a nível global. Promove a investigação translacional, bem como a inovação na abordagem da prestação de cuidados, almejando o desenvolvimento de sistemas de saúde eficazes na prevenção da doença.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Igreja Católica

A Europa e a Páscoa dos Cristãos no Mundo

Raquel Vaz-Pinto

Ao celebrar a Páscoa e a sua compaixão devíamos reflectir sobre os sacrifícios dos cristãos que vivem longe e fazer a pergunta difícil e dolorosa: conseguiríamos manter a Fé e de seguir o seu exemplo?

PS

De novo, a propaganda socialista a chegar ao fim /premium

João Marques de Almeida
1.140

Uma certeza temos em relação aos governos do PS: está tudo a correr muito bem até ao dia em que começa tudo a correr muito mal. É quando a “política de comunicação” se torna curta para tanta realidade

Política

A protecção da família em Portugal

Luiz Cabral de Moncada
164

A família, enquanto célula principal da sociedade e berço da moral, como bem se sabe na Calábria, está mais garantida do que nunca. Nunca será esquecida pelos partidos quando no poder político.

Segurança Social

Não tinha de ser assim /premium

Helena Matos
590

Em 1974, politicamente bloqueado, o país aguardava que os militares tratassem do assunto. O assunto era o Ultramar. Em 2019, o país está bloqueado de novo. O assunto chama-se Estado Social.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)