Após garantir o título quando estava em estágio no hotel Solverde, Sérgio Conceição emocionou-se ao recordar os pais, desfez-se em elogios com os adjuntos e deixou uma sentida palavra de agradecimento à família, mulher e cinco filhos. Todos eles estiveram no Dragão no passado domingo, na comemoração dos azuis e brancos no Dragão frente ao Feirense, o que gerou até uma espécie de “incidente diplomático” numa família com clara vocação para o futebol.

Rodrigo Conceição, extremo de 18 anos com contrato profissional com o Benfica, fez questão de estar ao lado do pai naquele que foi o primeiro grande momento da carreira como treinador principal, vestindo uma camisola alternativa da Seleção quase toda branca com alguns pormenores azuis e Conceição nas costas. Esteve sempre discreto no relvado do Dragão, mas houve alguns adeptos dos encarnados que não gostaram e deixaram críticas nas redes sociais. “Sê forte independentemente do que digam. Obrigado a todos pelas mensagens de apoio e pelo carinho que têm demonstrado!”, escreveu Rodrigo.

Sérgio Conceição já assegurou o título de campeão de seniores masculinos, mas como estão os quatro filhos que são já futebolistas (o mais novo ainda não tem idade para isso)? Fomos fazer as contas.

O clã Conceição: o pai treina o FC Porto, um filho joga no Benfica, outro está no Sporting

Apesar de ainda não ter jogado na fase final, Rodrigo Conceição está muito perto de festejar o título de campeão nacional de juniores, sobretudo depois do triunfo desta tarde dos encarnados na receção ao Sporting (3-1). Ao todo, o extremo de 18 anos leva um total de seis golos em 14 encontros realizados na presente temporada, o último a 20 de janeiro.

Sérgio Conceição, defesa polivalente de 21 anos, fez apenas 33 minutos em três partidas ao serviço do Sp. Espinho, que terminou a Série B do Campeonato de Portugal na segunda posição, atrás do Felgueiras, e está fora das principais decisões da luta pela subida aos escalões profissionais (Segunda Liga).

Dr. Sérgio e Mr. Conceição. A fórmula que acabou com o jejum do FC Porto

Moisés Conceição, médio de 17 anos, atua nos juvenis do FC Porto que, ao final das primeiras três jornadas da fase final do Campeonato Sub-17, estão na liderança da prova (recebem no final de maio o Benfica, depois da pausa para o Europeu da categoria onde Portugal acabou por ser eliminado logo na fase de grupos com Suécia e Noruega). Até ao momento, o portista soma um total de 268 minutos divididos em 11 encontros. No último, em Guimarães, Moisés apontou um dos golos do triunfo dos azuis e brancos por 3-1.

Por fim, Francisco Conceição, de 15 anos, que no ano passado foi vice-campeão nacional de iniciados no Sporting, transferiu-se para o Padroense, que terminou a segunda fase do Campeonato Nacional de juvenis (zona de manutenção e descida) no segundo lugar da Série B, apenas atrás do Feirense. O extremo apontou dois golos em 17 jogos e 1.333 minutos.