O Conservatório Nacional de Lisboa vai ter obras de requalificação. A notícia foi avançada pelo ministro da Educação à Antena 1. De acordo com Tiago Brandão Rodrigues, será lançado “nos próximos dias” um concurso público internacional para levar a cabo a “empreitada, que implicará um investimento de pouco mais de nove milhões de euros.

“O projeto está concluído, o projeto do emblemático edifício do Conservatório Nacional aqui em Lisboa. Hoje é publicado a portaria de extensão de encargos, o que implica que, nos próximos dias, possa ser lançado o concurso público internacional para a empreitada. Um empreitada de 9,2 milhões de euros que vai permitir requalificar, reabilitar este tão importante edifício do Conservatório Nacional”, afirmou o governante.

No decorrer da reabilitação, os alunos do Conservatório — são cerca de 800 — terão aulas na escola secundária Marquês de Pombal.

“Era algo ambicionado, diria até merecido, por esta comunidade educativa e era também um compromisso que eu próprio já tinha assumido na visita que ao Conservatório Nacional e que, ao longo deste mais de um ano, pudemos pôr em prática e chegar agora a um momento absolutamente crucial para esta requalificação”, acrescentou Tiago Brandão Rodrigues à Antena 1.

Já no ano passado o ministro tinha prometido obras no Conservatório, referindo que a Escola de Música do Conservatório Nacional era “uma das prioridades de intervenção deste Ministério da Educação”.

Os protestos por melhores condições no Conservatório Nacional remontam a 2015.

Logo em março desse ano, o então ministro da Educação Nuno Crato tinha prometido “obras a fundo” no edifício.