Ricardo Salgado

Defesa nega “plano criminoso” de Ricardo Salgado para a Venezuela

Advogados do ex-líder do BES criticam capa da revista Sábado sobre "plano criminoso" de Ricardo Salgado para a Venezuela e apelam à PGR para "colocar termo à permanente violação do segredo de justiça"

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A defesa de Ricardo Salgado emitiu um comunicado ao final da tarde desta quinta-feira para criticar a notícia da revista Sábado sobre as suspeitas de corrupção que envolvem os investimentos de um conjunto de empresas venezuelanas no Grupo Espírito Santo.

“A revista Sábado, na edição de 7 de junho de 2018, titulou com destaque de capa ‘O plano criminoso’ de Ricardo Salgado para a Venezuela. Em primeiro lugar, é falso que alguma vez tenha existido qualquer ‘plano criminoso’ de Ricardo Salgado. Em segundo lugar, trata-se de mais uma flagrante e impune violação do segredo de justiça. Com a agravante de que, ao contrário dos jornalistas habituais que têm contacto privilegiado com processos em segredo de justiça que envolvem o dr. Ricardo Salgado, a sua defesa ainda não teve acesso a qualquer dos elementos apresentados no aludido artigo”, lê-se no comunicado emitido pelos advogados Francisco Proença Carvalho e Adriano Squillace.

A defesa de Ricardo Salgado termina o comunicado, apelando à Procuradoria-Geral da República para que “adote as providências legais necessárias com vista a colocar termo à permanente violação do segredo de justiça e dos direitos e garantias dos arguidos”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PSD

Justiça. O teste de algodão de Rui Rio /premium

Luís Rosa
301

Para quem se apresenta com uma suposta vontade reformar o regime, transformar-se no aliado que José Sócrates gostava de ter não é o melhor cartão de visita para um líder do PS. Quanto mais do PSD.

Bloco de Esquerda

Os fascistas /premium

Alberto Gonçalves
313

Para o Bloco de Esquerda, que passa o tempo a sugerir proibições, tudo o que abomina é “fascista”: eu, você, dois terços do eleitorado, quatro quintos do Ocidente, nove décimos do mundo democrático...

Web Summit

A esquerda foi fascista com Le Pen /premium

Sebastião Bugalho

O Bloco tem muito mais a ver com Marine Le Pen do que aqueles a quem ela é indiferente. São ambos profundamente populistas e contra a visão aberta do mercado e da sociedade que a Web Summit promove.

Crónica

Não chame uma mulher de meu anjo /premium

Ruth Manus

É muito mais fácil chamar uma mulher pelo nome. Ou de você. Ou de tu. Ou de senhora. Reserve seus tratamentos “carinhosos” para quem esteja com alguma vontade de recebê-los.

Bloco de Esquerda

Os fascistas /premium

Alberto Gonçalves
313

Para o Bloco de Esquerda, que passa o tempo a sugerir proibições, tudo o que abomina é “fascista”: eu, você, dois terços do eleitorado, quatro quintos do Ocidente, nove décimos do mundo democrático...

Web Summit

A esquerda foi fascista com Le Pen /premium

Sebastião Bugalho

O Bloco tem muito mais a ver com Marine Le Pen do que aqueles a quem ela é indiferente. São ambos profundamente populistas e contra a visão aberta do mercado e da sociedade que a Web Summit promove.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)