481kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Bruno de Carvalho ameaça processar jogadores Rui Patrício e Podence por difamação

Este artigo tem mais de 4 anos

Numa publicação no Facebook, o presidente do Sporting desafia os "putativos candidatos" a apresentarem-se a eleições e ameaça jogadores que rescindiram com processos crime por difamação.

i

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, desafiou este sábado os “putativos candidatos” à presidência clube a apresentarem candidaturas formais. Numa publicação na sua página de Facebook que diz ser em seu “nome pessoal e de mais ninguém”, Bruno de Carvalho acusa ainda os jogadores Rui Patrício e Podence de “crime gravíssimo de difamação e calúnia“, ameaçando os jogadores que rescindiram com processos crime “pelas acusações inacreditáveis que fizeram e que terão de provar em sede de processo cível”.

Bruno de Carvalho refere-se mesmo a nomes concretos. “O Sporting CP tem já tantos putativos candidatos que os Sportinguistas têm o futuro assegurado: Álvaro Sobrinho para dono da SAD com Ricciardi, Varandas, Figo, Pedro Baltasar, Poiares Maduro, Dionísio Castro, Rogério Alves, Pedro Madeira Rodrigues. E mais vão surgir. Não têm de ter medo. É decidir se quiserem eleições agora”, escreve Bruno de Carvalho.

Além disso, o presidente do Sporting garante que a sua lista foi a única a apresentar uma candidatura “cumprindo todos os preceitos legais e regulamentares” para as eleições marcadas para a Mesa da Assembleia Geral e para o Conselho Fiscal e Disciplinar.

Poiares Maduro, Bruno de Carvalho, Marta Soares. Ou como o futuro do Sporting se discutiu por Skype e telefone na SIC

Espero que até dia 22 surjam muitas mais, visto haver tantos putativos candidatos a tomar o poder“, escreveu Bruno de Carvalho, acrescentando que se os sócios quiserem “podem, já na segunda-feira, apresentar nos serviços do Clube o pedido de uma AG destitutiva do CD que, se cumprir a lei e os preceitos todos regulamentares, será realizada num espaço temporal de cerca de 8 a 10 dias”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Está nas mãos dos Sportinguistas”, garante, pedindo que se acabe com as ameaças. “Entreguem e marcamos, ponto final! Transformamos o ponto de discussão da AG de dia 17 nesse pedido de destituição, com todas as condições de segurança e de fidedignidade dos resultados”, sublinha.

Sobre os jogadores que rescindiram, Bruno de Carvalho escreveu que “as rescisões já apresentadas apresentam um crime gravíssimo de difamação e calúnia que não vai ser deixada em claro”, acrescentando que “além das questões desportivas e de indemnização ao Clube, ainda terão a braços um processo crime pelas acusações inacreditáveis que fizeram e que terão de provar em sede de processo cível”.

Bruno de Carvalho diz-se ainda “farto de chantagens de alguns advogados e agentes”, assegurando que enquanto for presidente, o clube “não vai negociar nenhuma renovação ou venda – a não ser as já previstas – até 15 de Junho”. “Por isso, se querem chantagear com rescisões, rescindam já, pois nunca vos será dada razão e eu não cederei a chantagens. Se é para fazer, façam já, e, em termos legais, cá estaremos para defender a verdade e o Sporting Clube de Portugal. Se não é isso que querem, mandem parar os vossos advogados e agentes”, escreveu o líder sportinguista.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.