535kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Pelo menos 32 mortos e 23 desaparecidos em naufrágio na Tailândia

Este artigo tem mais de 4 anos

Dois barcos com mais de 130 passageiros naufragaram esta quinta-feira ao largo da ilha de Phuket. Pelo menos 23 dos passageiros estão desaparecidos.

Pelo menos 32 pessoas morreram e 56 estão desaparecidas, sobretudo chineses, na sequência do naufrágio de uma embarcação no sul da Tailândia, ao largo da ilha turística de Phuket, na quinta-feira, anunciaram esta sexta-feira as autoridades.

A Marinha tailandesa, responsável pelas operações de busca e salvamento, acredita que o número de mortos deve aumentar. O último balanço oficial apontava para um morto, um turista chinês, e 56 desaparecidos. No entanto, ao início da manhã, as autoridades afirmaram ter encontrado, sem vida, mais nove pessoas.

De acordo com o oficial da Marinha Narong Aurabhakdi, alguns corpos foram encontrados por mergulhadores, ao passo que outros flutuavam na água. A embarcação afundou-se nas proximidades da ilha de Hae (coral), a cerca de dez quilómetros a sul de Phuket.

As buscas, que tinham sido suspensas na quinta-feira devido às condições meteorológicas adversas, nomeadamente ondulação intensa e ventos fortes, que afetam a zona, foram reativadas nesta manhã, afirmou o comandante da polícia de Phuket, Teerapol Tipcharoen. Também na quinta-feira, uma segunda embarcação de turismo naufragou a sudeste da ilha da Phuket.

As autoridades locais confirmaram que os 39 turistas europeus e chineses, a bordo da segunda embarcação, foram todos resgatados. As previsões meteorológicas indicam que a zona vai ser afetada por condições adversas até à próxima terça-feira. A temporada de monções, caracterizada por chuvas fortes, afeta todos os anos, entre junho e outubro, a Tailândia.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.