Maradona assumiu esta segunda-feira a presidência Dinamo Brest, clube que ocupa neste momento o sexto lugar do campeonato da Bielorrússia. O argentino assinou um contrato por três anos e vai ocupar o cargo de diretor do Conselho Executivo, uma vez que a função de presidente propriamente dito não existe.

Maradona já conheceu as instalações do clube e assistiu ao jogo contra o quarto classificado do campeonato, o Shakhtyor, que o Dinamo Brest perdeu por 3-1. No clube, o ex-futebolista será responsável pelo aconselhamento relativo a temas organizativos e desportivos, tais como as transferências e a gestão da academia do Dinamo.

Na temporada passado o Dinamo Brest ficou em quarto lugar e chegou mesmo a fazer alguns jogos de acesso à Liga Europa, tendo sido eliminado na segunda pré-eliminatória.

No final de abril, Maradona deixou de ser treinador do Al-Fujairah, da segunda divisão dos Emiratos Árabes Unidos, depois de ter falhado a subida ao principal escalão. Depois de terminar a carreira de jogador, El Pibe treinou os argentinos do Deportivo Mandiyú (1994) e do Racing Club (1995). Entre 2011 e 2012 treinou o Al-Wasl também dos Emiratos Árabes.

A experiência mais importante aconteceu ao comando da seleção argentina, que chegou a orientar no Mundial da África do Sul.