O Turismo de Portugal anunciou esta segunda-feira o apoio a novos projetos turísticos no Alentejo, com um incentivo superior a 1,2 milhões de euros, incluindo o alargamento da rede Wi-Fi a mais 14 concelhos. Em comunicado, a autoridade turística especifica que foram também apoiados, ao abrigo do programa Valorizar, o Plano Integrado de Desenvolvimento Turístico da Herdade da Contenda, em Moura, e o calendário anual de eventos da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo.

O apoio foi formalizado durante uma deslocação ao Alentejo da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, que incluiu a visita ao projeto de enoturismo promovido pela Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito. Com um incentivo de 300 mil euros, o projeto Turismo Alentejo@Central, que contempla 14 concelhos, pretende implementar acessos Wi-Fi nos centros históricos das localidades de relevância turística e em zonas de grande afluxo turístico.

O projeto Contenda Natur, da Herdade da Contenda, em Moura, num montante de 228 mil euros, prevê desenvolver novos serviços turísticos no contexto do turismo de natureza, “contribuindo para o reforço da atratividade do destino”. A instalação de percursos interpretativos na Herdade da Contenda, a melhoria das acessibilidades e a criação de um centro de acolhimento aos visitantes são algumas das iniciativas previstas.

A Herdade da Contenda, que tem uma fauna e uma flora “riquíssimas”, situa-se no extremo ocidental da Serra Morena e ocupa uma área de cerca de 5.300 hectares inserida na íntegra na Zona de Proteção Especial de Mourão/Moura/Barrancos e em 85% no Sítio da Rede Natura 2000.

Integrada na Zona de Caça Nacional do Perímetro da Contenda, a herdade é considerada a maior reserva de veados existente em Portugal e tem também outras espécies cinegéticas de caça maior, como o muflão e o javali.

No calendário de eventos, por seu turno, está incluída a Rota Lusitana-Concurso de Alter do Chão, a Festa Mundial da Animação (Portalegre), o Festival Nacional de Gastronomia de Santarém, o Torneio SB20 Alqueva (Moura) e o Festival B (Beja), promovidos pela ERT.

A secretária de Estado do Turismo visitou também esta segunda-feira o projeto da Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito, apoiado com um incentivo de 350 mil euros, que visa a valorização e dinamização do vinho de talha, através da requalificação de um espaço e da criação de programas de visita que permitam promover, realizar debates, degustar e comercializar um vinho com um método de produção ancestral. O programa Valorizar destina-se a apoiar o desenvolvimento de projetos turísticos que promovam a valorização do património e dos recursos endógenos das regiões.