291kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Vídeo. Membros dos La Manada roubaram óculos de sol um dia antes abusarem de jovem em 2016

Este artigo tem mais de 2 anos

O vídeo mostra três elementos do grupo a experimentarem e roubarem nove óculos de sol. Aconteceu 24 horas antes de o grupo ter abusado de uma jovem durante as festas de São Firmino, em 2016.

Um vídeo divulgado num programa do canal de televisão espanhol Telecinco mostra três elementos do grupo La Manada a roubarem óculos de sol num ótica de San Sebastián, no País Basco, em 2016. O furto aconteceu 24 horas antes de o mesmo grupo ter abusado de uma jovem de 18 anos durante as festas de São Firmino, que se realizam todos os anos em Pamplona.

wXMJL4N6 en Videos

O vídeo mostra três dos membros do grupo — Ángel Boza, José Ángel Prenda e Antonio Manuel Guerrero —  a experimentarem e roubarem nove óculos de sol. Na gravação também aparece Alfonso Jesús Cabezuelo, embora não tenha roubado nada. O único elemento dos La Manada que não surge no vídeo é Jesús Escudero.

Recorde-se que na semana passada Ángel Boza foi detido por ter tentado roubar uns óculos de sol no El Corte Inglés em Nervión, em Sevilha. A notícia, avançada pelo El Español, afirma que Boza terá tentado atropelar um dos seguranças do centro comercial que o tentou travar.

Membro mais jovem de “La Manada” detido por tentar roubar uns óculos de sol

Os cinco membros do grupo foram condenados no passado mês de abril precisamente na sequência do caso de violação da jovem nas festas de São Firmino de 2016 A pena implica nove anos de prisão, indemnização de 50 mil euros e impedimento de contactar a jovem vítima durante cinco anos.

Arriscavam-se a 22 anos de prisão efetiva por crimes de agressão sexual, contra intimidade e roubo com intimidação. Os juízes, no entanto, entenderam que não se tratou de agressão sexual (ou violação), mas de abuso sexual, justificando-se assim as penas mais leves.

La Manada: nove anos por abuso sexual, e não violação, de jovem em Pamplona

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.