Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Ferrari abriu portas à especulação ao publicar no seu site, numa zona reservada apenas aos clientes da marca, um enigmático teaser em que uma imagem pouco reveladora vem acompanhada da mensagem “Icona Ferrari” e de uma data: 17 de Setembro.

Ao que tudo indica, será essa a data escolhida pelo construtor de Maranello para apresentar um novo superdesportivo, cujo nome (felizmente) não será o da mensagem. E ainda bem – a Hyundai que o diga, pois viu-se obrigada a alterar a denominação do seu SUV para Kauai no mercado português, para evitar o vernáculo à volta do modelo. No caso da Ferrari, o novo superdesportivo promete sim ser icónico, sendo conhecido para já apenas pelo nome de código F176.

Embora não haja ainda nenhuma confirmação oficial por parte da marca do cavallino rampante, os rumores falam num evento de lançamento restrito, só para um selecto grupo de convidados (clientes da casa), que terão a oportunidade de ver antes de todos os outros (imprensa incluída) mais uma criação super exclusiva.

O novo superdesportivo deverá tratar-se de uma versão ainda mais potente do Ferrari 812 Superfast, podendo adoptar oficialmente a designação comercial 812 Monza. A ser assim, teremos de aguardar para saber que alterações os técnicos de Maranello tiveram de fazer para tornar ainda mais excitante “o Ferrari de série mais potente de sempre”. Recorde-se que o 812 Superfast, sucessor do F12 Berlinetta, monta um V12 de 6,5 litros naturalmente aspirado, a debitar 800 cv de potência e 718 Nm de binário, associado a um sistema de injecção directa com pressão a 350 bar e uma caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades. Resultado: 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e uma velocidade máxima de 340 km/h. Marcas que, ao que parece, o 812 Monza irá superar naquela que será mais uma edição (muito) limitada e proporcionalmente cara saída de Maranello.

Certo é que tanto mistério constitui terreno fértil para especulações, não restando aos fãs da marca outra alternativa senão esperar, para confirmar se os rumores se confirmam (ou não).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR